Dermatite de contato

Dermatite (ou eczema) de contato é uma reação inflamatória a um agente que causa irritação ou alergia.

A dermatite irritativa é causada por produtos como sabonetes, detergentes, solventes e substâncias químicas, com lesões locais na região de contato com a pele.  Pode aparecer na primeira vez em que entramos em contato com o agente causador. As lesões da pele geralmente são restritas ao local do contato.

Já a dermatite alérgica de contato aparece após repetidas exposições a um produto ou substância. Ela depende de ações do sistema de defesa do organismo, e por esse motivo pode demorar meses a anos para ocorrer, após o contato inicial. Essa forma de dermatite de contato ocorre, em geral, pelo contato com produtos de uso diário e frequente, como perfumes, cremes hidratantes, esmaltes de unha, medicamentos de uso tópico, entre outros. As lesões da pele acometem o local de contato, podendo atingir outros à distância.

O diagnóstico baseia-se na história contada pelo paciente de exposição a um agente irritante ou alérgeno e no aspecto das lesões da pele.

O tratamento depende muito da extensão e da gravidade do quadro. Um dos primeiros passos inclui a higienização com água para remover qualquer vestígio do irritante ou alérgeno que possa ter permanecido na pele. Quando as lesões estão muito úmidas, geralmente em casos em fase aguda, pode-se utilizar compressas úmidas, secativas ou antissépticas. Cremes ou pomadas de corticosteroides são utilizados para reduzir a inflamação da pele.

Nos casos em que existe muita coceira e/ou nos casos mais graves, podem ser necessários o uso de antialérgicos orais ou corticosteroides orais ou injetáveis. Emolientes e hidratantes ajudam a manter a pele úmida e também auxiliam na reparação e proteção da mesma.

Tire suas dúvidas