Hemangioma

Hemangiomas são formações tumorais benignas de capilares e vasos sanguíneos, visíveis na pele como manchas ou tumorações com coloração vermelha ou roxa.

É o tumor mais comum da infância, que acomete até 10% dos bebês com até 1 ano de idade e até 30% de prematuros, com peso muito baixo ao nascer. A pele é o órgão mais acometido, e as regiões da cabeça, pescoço e tronco são as mais afetadas.

Em geral, é ausente no nascimento mas torna-se aparente nos primeiros dias de vida, graças à proliferação excessiva das células endoteliais vasculares. A taxa de crescimento do hemangioma é maior nos primeiros 3 a 6 meses de vida, mas ela começa a diminuir de 6 a 9 meses, atingindo o tamanho máximo em 12 meses, quando se inicia a fase de involução.

Hemangiomas de infância que estão presentes em certas localizações podem estar associados a outras anomalias e desenvolver complicações específicas. Por isso, é fundamental uma avaliação com o dermatologista.

O tratamento varia de acordo com o tipo e a localização. Em hemangioma infantil, como tem a tendência de regredir, a conduta geralmente é observacional. Mas, dependendo da localização e tamanho, podem ser necessários medicamentos orais e tópicos.

Tire suas dúvidas