Luz Intensa Pulsada

O tratamento com Luz Intensa Pulsada (LIP) tem se popularizado nos últimos anos, graças à sua simplicidade. Através de um aparelho especial que produz um feixe de luz, é possível atingir e corrigir pequenos alvos da pele, como a melanina, que em excesso, causa sinais como sardas e manchas; os vasos sanguíneos, que resultam em vermelhidão e microvasos aparentes, principalmente na face e no colo; e o colágeno, tratando a flacidez e o surgimento de rugas e linhas de expressão.

É realizado em consultório médico.

Os olhos são protegidos com óculos durante o procedimento. Normalmente há aplicação de um creme anestésico antes do procedimento para maior conforto. Por gerar calor, o tratamento pode causar um pouco de dor e desconforto locais, porém, são perfeitamente toleráveis. A aplicação é rápida, e não exige afastamento do trabalho.

Veja aqui o antes e depois:

A recuperação é tranquila, e você pode ter um leve vermelhidão e inchaço que logo desaparece. É fundamental evitar a exposição solar, sendo recomendado o uso de filtros solares

Os aparelhos de Luz Intensa Pulsada devem ser utilizados com muito cuidado. Isso porque a sua má utilização pode gerar principalmente queimaduras e manchas na pele.

Se você é gestante, está amamentando, possui vitiligo ou infecções no local, evite este tratamento. Peles bronzeadas também não são indicadas para o procedimento, e existe uma limitação do uso em pacientes com peles morenas e negras.

Informe seu médico sempre que estiver utilizando algum medicamento, pois ele pode induzir fotossensibilidade com a LIP.

Para procedimentos que exijam cuidado e precisão, destinados a remoção e correção de imperfeições da pele, você deve procurar um profissional habilitado, como o dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Assim, você pode ter o resultado desejado minimizando os riscos e realizando o procedimento de forma segura e com toda a orientação.

Tire suas dúvidas