Preenchimento Cutâneo

O preenchimento cutâneo refere-se à aplicação de uma substância, mais comumente ácido hialurônico, em sulcos e locais de perda de volume, que ocorre com o processo natural de envelhecimento.

O preenchimento contribui para diminuir a flacidez da pele em excesso, e também adiciona volume às linhas do rosto, apresentando resultados imediatos, que devem ser repetidos após um período. Alguns preenchimentos podem ser feitos em conjunto com outros tratamentos de rejuvenescimento, de acordo com a avaliação e recomendação de sua dermatologista, que irá recomendar o tratamento mais adequado às suas necessidades e expectativas.

É dividido em:

  • Preenchedores não permanentes: utiliza ácido hialurônico, um dos produtos mais seguros para a realização do procedimento, por ser um componente natural de sua pele. Sendo assim, não causa alergias nem rejeições. Com o tempo, o organismo vai assimilando este material, por isso, são necessárias novas aplicações. Atualmente, existem diversos tipos de preenchedores à base de ácido hialurônico, que se moldam perfeitamente em cada região do rosto, gerando um resultado muito natural;
  • Preenchedores semi-permanentes: possuem maior durabilidade. Exemplos são hidroxiapatita de cálcio e ácido L Polilático;
  • Preenchedores permanentes: são representados pelos silicones, polimetilmetacrilato e poliacrilamida.

Apesar do caráter definitivo dessas substâncias, isso não se traduz em resposta clínica definitiva, nem tampouco em satisfação definitiva dos pacientes, pois o processo natural do envelhecimento continua causando alterações estruturais que não serão acompanhados pelo produto, tornando-o mais proeminente e gerando efeitos inestéticos

 

O preenchimento cutâneo é feito em consultório ou ambulatório médico. Os locais de injeção serão limpos com um agente antibacteriano, e um anestésico tópico será utilizado, especialmente se você for sensível a injeções. Em alguns casos, o próprio material de preenchimento já inclui um anestésico em sua composição.

A aplicação é rápida, com injeções locais que levam alguns minutos.

Preenchimentos cutâneos são práticos e não exigem que você tenha um período de inatividade. Mas é importante tomar alguns cuidados, como não esfregar a área tratada para não movimentar o material. Hematomas e inchaços podem aparecer, mas somem em poucos dias.

O risco mais temido deste procedimento é a oclusão arterial por infusão de preenchedor dentro de um vaso. Isto pode ocorrer com graças a erros na técnica de aplicação. Hematomas e inchaço nos locais de aplicação podem ocorrer.

Esse procedimento exige que o profissional tenha total conhecimento da anatomia e zonas de risco da face. Por isso, você deve realizar o procedimento com um profissional que tenha o treinamento adequado, como o dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Assim você pode ter o resultado que você quer, minimizando os riscos e realizando o procedimento com toda a segurança.

Tire suas dúvidas