Toxina Botulínica

A toxina botulínica, popularmente conhecida como Botox®, é uma substância produzida pela bactéria Clostridium botulinum, a mesma bactéria causadora do botulismo. Entretanto, a toxina botulínica industrializada é purificada e usada em doses que não causam a doença ou danos à saúde.

Na dermatologia, é utilizada para corrigir rugas e linhas de expressão, assimetrias faciais e casos de suor excessivo (hiperidrose) nas mãos, pés, axilas, face e região da virilha.

A toxina botulínica age promovendo o relaxamento da musculatura onde é aplicada. Se o músculo não contrai, a ruga não se forma. Sabemos que nossas expressões, como rir, chorar, ficar zangado, são formadas pelo movimento de nossa musculatura. Ao mesmo tempo, esse movimento repetitivo forma os “vincos”, ou linhas de expressão, e as rugas indesejadas.

Ao paralisar esta musculatura, podemos suavizar as rugas e assim ter um rosto mais jovem e bonito por alguns meses.

Quando aplicada nas axilas ou nas palmas, permite que pacientes que sofrem de suor excessivo levem uma vida normal, sem a necessidade de afastamento de suas atividades diárias e sem cirurgia.

Porém, em cerca de 3 a 5 meses a toxina botulínica vai perdendo o seu efeito, e você volta aos poucos a apresentar os antigos “vincos”. Por isso, o indicado são aplicações a cada 6 meses.

Nas áreas de suor excessivo, a duração é mais longa, chegando a durar 8 a 12 meses.

A aplicação de toxina botulínica é feita em um consultório ou ambulatório médico. Na maioria dos casos, é necessário que você utilize um creme anestésico, para tornar o procedimento mais confortável.

O tratamento envolve injeções com agulhas muito finas, de pequenas quantidades de toxina botulínica nas áreas afetadas. A dor é perfeitamente tolerável, e o procedimento é rápido, sem necessidade de você se afastar do trabalho.

Seu efeito começa a aparecer de 3 a 7 dias após o tratamento.

Os efeitos colaterais da aplicação são mínimos, e geralmente relacionados ao local da injeção. Dores são infrequentes, e pode haver a formação de pequenos hematomas no local da picada. Também pode haver uma dor de cabeça temporária após a aplicação na testa, especialmente após o primeiro tratamento.

Pela simplicidade da aplicação do produto, é possível retomar as atividades normais imediatamente após o procedimento. Você só precisa tomar alguns cuidados simples, como não se deitar durante as primeiras quatro horas, não se expor à luz solar e evitar atividades físicas no dia da aplicação. O uso de filtro solar é altamente recomendado, e você poderá usar maquiagem normalmente.

Caso você sinta dores de cabeça, analgésicos comuns são suficientes.

A aplicação de toxina botulínica é feita após muita conversa entre mim e o paciente, para que juntos possamos chegar a um resultado agradável, natural e que combine com o seu rosto. Além disso, é um procedimento milimétrico, que exige treinamento para a correta aplicação.

Em algumas ocasiões, é possível acontecer um abaixamento da sobrancelha ou da pálpebra, mas estes efeitos são leves, temporários e, na maioria dos casos, não limitam as atividades diárias.

Erros de técnica de aplicação podem gerar assimetrias e resultados desagradáveis e artificiais, por isso, você deve escolher um profissional habilitado a este procedimento, como o dermatologia membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, para que este risco seja minimizado e o procedimento seja feito com toda a segurança.

Em média, a toxina botulínica começa a perder o seu efeito em torno de 3 a 6 meses após a aplicação, fazendo com que os antigos vincos voltem a aparecer. O indicado é realizar novas aplicações a cada 6 meses. Em tratamentos para o suor excessivo, a duração é mais longa, chegando a durar entre 8 e 12 meses.

Tire suas dúvidas